A nossa estratégia – Ambicionamos ser um Parceiro em Serviços de Proteção Inteligentes

Na Securitas, estamos a liderar a transformação da indústria da segurança privada ao colocarmos os clientes no centro do nosso negócio.

Solucionamos as necessidades de segurança dos nossos clientes, ao disponibilizarmos colaboradores qualificados e motivados, serviços especializados e inovadores, a capacidade de combinarmos estes serviços em soluções de segurança e de utilizarmos os dados recolhidos para adicionar “inteligência” à nossa operação.
Somos centrados no cliente, focados nas pessoas e orientados por dados.

 Parcerias de longo-prazo com os nossos clientes

Os nossos clientes são diversificados, de vários setores e de diferentes dimensões. A maioria deles já são parceiros da Securitas há muito tempo. As nossas avaliações de risco dinâmicas suportam a evolução destas parcerias ao longo do tempo. Tal como o mundo, muitas das necessidades dos nossos clientes estão a mudar, mas a necessidade de manterem-se seguros permanece.

Expertise Global, presença local e soluções à medida

Na Securitas, continuaremos aptos a responder às necessidades dos nossos clientes no futuro. Fá-lo-emos através da nossa forte presença global, da nossa capacidade de resposta local e das soluções à medida, que disponibilizamos através de diferentes combinações dos nossos seis serviços de proteção:

  • Vigilância Especializada (humana)
  • Vigilância Mobile (rondas)
  • Vigilância Remota
  • Segurança Eletrónica
  • Fogo e Safety
  • Análise do Risco

 Também usamos os dados para avaliar os riscos e inovar em todos os nossos serviços de proteção, para produzir relatórios sofisticados e comunicar, oportunamente, com os nossos clientes.

São estes elementos que, juntos, nos tornam o Parceiro em Serviços de Proteção Inteligentes, líder de mercado.

 

Contacte-nos
*
*
*
*

Os seus dados pessoais serão tratados em conformidade com a nossa Declaração de Privacidade. Ao submeter o formulário está a consentir o processamento dos seus dados e a transferência destes para entidades da Securitas localizadas fora do Espaço Económico Europeu.